Pesquisar este blog

sábado, 6 de junho de 2009

E a novela, hein? Sobre Caminho das Indias

Faz tempo que quero falar sobre a novela. Ao mesmo tempo, como acabo assistindo umas 2 vezes por semana, queria saber exatamente sobre o que falar e como falar. Claro, sendo uma novela, a relidade é distorcida, os personagens esteoripados, algumas vezes "verdadeiras" caricaturas. Quando a novela se passa no Brasil, dá pra dizer que nossa realidade é assim? Então pra India também não. Em relação a dança clássica, a novela presta quase um desserviço. Já chegou ao ponto de a Maya terminar de "dançar"e o meu telefone tocar com alguém me pedindo pra ensinar a dança da novela. O poder da Rede Globo. Toda vez tenho que explicar, que existem vários estilos de dança indiana, que tem as clássicas, as folclóricas e as populares. Como Bollywood dance, uma mistura sem limites, onde entra desde elementos da dança clássica até hip hop. Falam até de uma febre de Bollywood...que a gente não vê aqui no sul. Teve até reportagem na Folha de São Paulo. Nada contra Bollywood dance. É que são coisas bem diferentes. Qualquer um pode, assistindo a um videoclip (os filmes indianos são cheios deles!) sair por aí dançando Bollywood. É facil, alegre e não requer prática nem habilidade. Já uma dança clássica é uma arte e, sabemos, tem toda outra proposta. Digamos que Bollywood está para dança clássica assim como balé está pra...sei lá, axé, pagode (confesso que sei pouco sobre estas). O fato é que se gera uma grande confusão. Penso que o ideal seria as pessoas se interessarem pela cultura indiana, e não somente por aquilo que vêem na novela. Mas, não, elas se fecham para aquilo que não está ali. Claro, generalizando. Como tudo, existe o lado bom e o lado ruim. Só o fato de existir uma novela sobre a India e seus costumes já faz muita gente relativizar, deixar de lado alguns preconceitos. Isso é muito bom. Mas, infelizmente, na adaptação para as massas, muitas coisas se perdem, e, como em uma tradução, se vai também parte da beleza desta cultura milenar tão rica, que tem tanto a nos ensinar.

Um comentário:

MEGS disse...

Sei lá, tem umas partes q eu gosto da dancinha delas...
Afe! Cultura pop... hehehehe